Você provavelmente já ouviu falar sobre o "ponto de fumaça" dos óleos, mas você realmente sabe a que o termo se refere? É importante conhecê-lo, porque é algo que pode afetar sua saúde.

O "ponto de fumaça" é a temperatura exata em que um óleo começa a se decompor. Quando um óleo aquece além do seu ponto de fumaça, gera gases tóxicos e radicais livres que são prejudiciais ao seu corpo.

É chamado assim porque é a temperatura na qual o óleo produz fumaça e, além de ser nocivo, pode alterar o cheiro e o sabor da sua comida.

Os radicais livres podem causar doenças e envelhecimento prematuro, e é importante evitá-los o máximo possível. É por isso que é importante levar em consideração o "ponto de fumaça" ao cozinhar, especialmente para cozinhar ou fritar.

Nesta tabela, você pode ver qual é o "ponto de fumaça" de alguns dos óleos mais comuns.

Quanto maior o ponto de fumaça de um óleo, mais métodos de cozimento você pode usar e mais seguro você pode cozinhar. Recomendamos o uso de óleo de cártamo, porque é uma opção mais barata que o azeite, não altera o sabor dos alimentos e também possui um alto teor de gorduras boas (e um teor muito baixo de gorduras ruins).

O óleo de cártamo que você costuma encontrar nas lojas é o Oléico®, e você pode usá-lo com confiança, sabendo que está consumindo um produto que não agride você.

Você, que óleo você usa para cozinhar?